Acorda para lutar! Dia 10 todos às ruas contra a Reforma Trabalhista

Publicado em 08/11/2017

Não haverá expediente no Sintcope na próxima sexta-feira (10)

Imagem da notícia Acorda para lutar! Dia 10 todos às ruas contra a Reforma Trabalhista

No dia 11 de novembro, entrará em vigor a Reforma Trabalhista, um dos maiores ataques aos direitos da classe trabalhadora na história do Brasil. Um dia antes, na sexta-feira (10) organizações de movimentos populares, organizações da sociedade civil, integrantes do movimento sindical, realizarão em todo o país o "Dia Nacional de Paralisação", que pretende denunciar os retrocessos promovidos pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

Em Petrolina a mobilização terá sua concentração na Praça do Bambuzinho, na área central da cidade, às 9h. Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope), Dilma Gomes, a mobilização será mais uma ação de peso para demonstrar a insatisfação com o atual governo e alertar para as perdas que a Reforma Trabalhista irá provocar. O que o governo Temer e seus aliados fizeram foi estraçalhar os direitos dos trabalhadores. Toda a reforma só beneficia os empresários e nós não podemos ficar calados, disse.

O engajamento do Sintcope no ato da próxima sexta-feira será total. Tanto que nesse dia não haverá expediente na sede da entidade, justamente para possibilitar que diretores e funcionários participem da mobilização. Essa não é a primeira vez que fechamos o sindicato para participar da luta em defesa os trabalhadores. O Sintcope tem orgulho de defender o trabalhador do comércio e não poderia ficar de fora desse momento histórico, disse Dilma.

Na sexta-feira ocorrerão manifestações em todos os estados, mostrando à população as mazelas que o governo já trouxe à vida do trabalhador e o que ainda pode ser aprovado, como a Reforma da Previdência, que dificultará o acesso à aposentadoria.